segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Boas vindas ao 7º bilionésimo Ser Humano

Diversos jornais informam que a partir de hoje, de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), a população do Planeta Terra chega a 7 bilhões de habitantes. Dizem que uma recém-nascida nas Filipinas é simbolicamente o ser humano de número 7 bilhões. A ONU usou, sim, estimativas demográficas, mas, selecionou esta data como um dia simbólico para promover o debate sobre o tema, de modo especial sobre as questões crescimento e sustentabilidade. E como já sou um dos 6 bilhões de habitantes deste Planeta, quero dar boas vindas ao 7º bilionésimo Ser Humano na face da Terra.

Querido irmão ou querida irmã, amado/a Ser Humano de número 7 bilhões, quero te dar as boas vindas à luz Sol. Tu, que saíste das águas de uma vida, talvez, tranquila e calma para habitar na esfera deste nosso Planeta água, com turbulências e agitações e aqui chegastes registrando o número de 7 bilhões, mereces uma acolhida de ternura, paz, respeito e carinho. Da tua recente vida, apenas sei que és negro, branco, índio, mestiço, amarelo, mulato, indiano, árabe, asiático, europeu, latino..., e que és menino e menina. És, enfim, de todas as corres, de todas as etnias e começas a aprender a falar todas as línguas. Meu querido 7º bilionésimo irmão, sei que tu és uma multidão que agora nasce para crescer e florir a Terra.
Quero te dizer, com muita humildade, que, ao redor da Terra, nos últimos dias, muito se tem falado a teu respeito. Alguns murmuram dizendo que não haverá comida para alimentar teu crescimento e tua existência e nem água para saciar tua sede. É verdade que chegastes bastante cedo e que não estamos assim tão bem preparados para uma convivência salutar, fraterna e justa. Ainda somos egoístas, ao ponto de armazenamos comida, esperando o melhor preço para obter grandes lucros. Ainda somos antipáticos uns com os outros e cometemos a burrice de fazer guerras. E o que é pior, nós ainda somos prepotentes, degradamos a Terra com nossas atividades e arrotamos por aí, nas conferências e fóruns, que vamos salvar o Planeta. Nossa ciência, graças ao bom Deus, evoluiu bastante, mas nossa falta de humildade nos impede de obedecer às vozes de sabedoria e bom senso. E em nome de um mísero lucro e um soberbo crescimento econômico, não estamos agindo para deter o aquecimento da Terra. Digo tudo isto, para que saibas onde está chegando.
E quero dizer mais, meu querido 7º bilionésimo irmão. Realmente, a comida e a água estão parecendo escassas, mas, este Planeta é generoso e é não por culpa da natureza que muitos passam fome e sede. É, sim, pela falta de organização das sociedades humanas. Nós ainda precisamos aprender a cuidar de todas as coisas que a mãe e irmã Terra nos concede. Precisamos entender as lógicas da natureza, que nos oferece o alimento na compartilha do trabalho, do amor e do cuidado. Acredito que, se tomarmos atitudes serenas, vivendo a sustentabilidade, nós todos ficaremos livres da severidade causada pelo desenvolvimento degradacionista. Precisamos, no entanto, mudar nosso modo de viver e a vida será bem melhor.
Tomei a iniciativa de te dar boas vindas e falar um pouco das verdades inconvenientes da nossa casa. Mas, também tenho a grata satisfação em dizer que aqui poderás ser muito feliz. Com certeza, terás a oportunidade ajudar a comunidade humana a se reencontrar e viver de forma mais equilibrada e harmônica. Tua presença por aqui poderá trazer muitas boas novas. Cada vida que germina, para nós, mesmo vivendo em crise, é sempre sinal de esperança. Por isso, meu querido 7º bilionésimo irmão, venha com alegria, semear teus sonhos nesta terra fértil. Venha ser feliz neste mundo diverso de saberes e sabores. Saiba que o teu advento, ao ser anunciado como o Ser Humano de número 7 bilhões, despertou preocupação sobre a sustentabilidade do Planeta. Imagino que agora estamos mais atentos sobre a nossa forma de vida. E não quero te dar boas vindas apenas em palavras, mas em ações de sustentabilidade da vida. Ao lhe dizer boas vindas, meu caro 7º bilionésimo irmão, quero me comprometer em cuidar bem de todas as formas de vida ao redor da Terra, colhendo com respeito e cuidado os frutos da natureza, favorecendo a regeneração do Planeta. E neste ato espiritual de apresentação e batismo do nosso 7º bilionésimo irmão, a humanidade toda poderia se comprometer com a sustentabilidade da vida na Terra.
por Pilato Pereira

Nenhum comentário:

Seguidores

Na sua opinião, Ecologia é:

Loading...

Dicas de blogs

Papel de Parede

Lago Sereno Rosa São Miguel das Missões - RS Tranqüilidade