terça-feira, 20 de setembro de 2011

Ibama/RS flagra novos desmatamentos no Bioma Mata Atlântica

Foto: Ibama
Na grande maioria, as matas nativas foram convertidas em lavouras temporárias e, em alguns casos, os desmatamentos foram seguidos da queima para eliminação dos resíduos dos desmates.
Por Maria Helena Firmbach Annes - Ibama

Durante sobrevôos realizados no período de 5 a 9/09, com a utilização do helicóptero Ibama-1, Agentes Ambientais Federais do Escritório Regional da Santa Maria identificaram 30 novos locais que apresentavam desmates recentes na Floresta Estacional Decidual do Bioma Mata Atlântica. Um terço deles no município de São Francisco de Assis (localizado a 427 quilômetros da Capital, na região central do Estado).
Segundo o chefe do Escritório, analista ambiental Tarso Isaia, na grande maioria as matas nativas foram convertidas em lavouras temporárias e em alguns casos os desmatamentos foram seguidos da queima para eliminação dos resíduos dos desmates, e as áreas estão prestes a serem preparadas para cultivos.
Além do município de São Francisco de Assis, também em Toropi e em Sinimbu foram flagrados desmatamentos recentes. No município de Pinhal Grande a ação fiscalizatória vistoriou um depósito de madeira de essências nativas com aproximadamente 50 m³ de pranchas e tábuas. Segundo Tarso Isaia a madeira não possui origem legal, fato que já está em fase de apuração pelo Escritório Regional.
Além destes novos casos de cortes de matas nativas no interior do Bioma Mata Atlântica somam-se diversas incidências de queimadas de campo, constatadas em áreas situadas no interior do Bioma Pampa, mais especificamente no município de São Sepé.
Depois da ação fiscalizatória com o uso do helicóptero, o Escritório Regional de Santa Maria deu início às ações de campo. No município de Toropi, aonde foram constatados diversos desmatamentos, foi autuado o responsável pelo corte ilegal de vegetação nativa em área aproximada de 1,8 ha, sendo aplicada multa de R$ 10.000,00 e embargo da área para atividade agrossilvopastoril. Em Pinhal Grande, foi notificado o proprietário do galpão no qual estão depositados os 50 m3 de madeira de essências nativas, para que comprove a origem legal da mesma.
Segundo Tarso Isaia, nos próximos dias serão visitadas outras localidades onde foram constatados novos casos de danos causados à vegetação natural do Bioma Mata Atlântica, dando seguimento à ação iniciada em 2010 com objetivo de estancar as ocorrências de práticas capazes de comprometer a integridade daquela porção do bioma em território gaúcho.

Nenhum comentário:

Seguidores

Na sua opinião, Ecologia é:

Loading...

Dicas de blogs

Papel de Parede

Lago Sereno Rosa São Miguel das Missões - RS Tranqüilidade