domingo, 31 de outubro de 2010

“Parabéns, ‘coronéis’, vocês ‘perderam’ outra vez”

A música dos Paralamas que inicia com a famosa frase de Lula que na época revelou um sentimento da nação ao dizer que no Congresso Nacional haviam “picaretas”, também tem uma frase que expressa um percurso da história do Brasil. No meio da música aparece a frase “Parabéns, coronéis, vocês venceram outra vez”. Isto já era de praxe. Sempre após uma batalha política, seja nas urnas ou no Congresso, tínhamos que reconhecer a vitória dos “coronéis”.

Mas, um dia a esperança falou mais alto e mostrou que a sempre repetida vitória dos “coronéi”s era, na verdade, o medo do povo trabalhador. Mas, o povo tomou coragem e elegeu o próprio Luiz Inácio, um operário, Presidente da República. Foi aí que a gente pode dar parabéns aos “coronéis”, não mais pela vitória deles, e sim pela nossa. Aprendemos a ver a derrota dos “coronéis” e a vitória do povo começou a se repetir. E nos sentimos vitoriosos em cada fato grandioso do nosso presidente operário. E quando o presidente era elogiado ou reconhecido internacionalmente, nosso coração se enchia de orgulho, pois, era mais uma vitória do povo sobre os “coronéis”. Lembrando que expressão aqui usada se refere aos políticos, autoridades e empresários que sempre dominaram a política e a economia do Brasil, sem nunca se importaram em servir o país, mas se servir de suas riquezas.

E, contrariando os “coronéis”, Lula foi um presidente tão extraordinário que conseguiu eleger sua sucessora. E além de quebrar um tabu, provando que um operário metalúrgico sabia muito bem governar, também provou que o Brasil já estava preparado para eleger a primeira mulher Presidente da República.

Durante a campanha eleitoral, Dilma foi perseguida e fizeram de tudo para tentar torturá-la moralmente. Os “coronéis” que tiveram que engolir a façanha republicana do povo brasileiro de eleger um operário para o cargo de Presidente da República, não queriam aceitar que uma mulher fosse eleita para sucedê-lo a partir de 2011. Certamente esta resistência e agressividade contra Dilma foi pelo fato de ser mulher e por ser uma mulher guerreira que “não foge à luta”, como diz a letra do nosso Hino Nacional.

Depois de tantas falcatruas e manobras eleitorais, usando até mesmo questões religiosas e ataques e desrespeitos pessoais, a eleição confirma a vitória de Dilma. E assim podemos dizer “Parabéns, ‘coronéis’, vocês ‘perderam’ outra vez”. E perderam porque com Lula o Brasil aprendeu a confiar no Brasil.

Nenhum comentário:

Seguidores

Na sua opinião, Ecologia é:

Loading...

Dicas de blogs

Papel de Parede

Lago Sereno Rosa São Miguel das Missões - RS Tranqüilidade