quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Por que fazem isso comigo e com Jesus?


Tenho recebido inúmeras mensagens com orações e imagens que ajudam a refletir, pensar e rezar. Mas sempre dizem que é preciso seguir uma corrente de fé, enviando a mesma mensagem para outras pessoas. Acho importante passar adiante aquilo que consideramos bom. Mas, essas correntes assustam as pessoas, dizendo que se não passar adiante pode acontecer algo grave. Uma mensagem de e-mail que vem circulando muito na Internet diz assim: “Envie para 20 pessoas e vai receber um milagre amanhã. Jesus disse: ‘se me negas entre os homens, te negarei diante do pai’”. Dá para entender que, se por acaso eu não enviar a mensagem, estarei negando Jesus e Ele, por sua vez, vai me negar diante do Pai que está no Céu.

Não vivo esta fé do medo. Creio no Deus libertador, que enviou seu Filho para perdoar e libertas as pessoas do pecado e da morte. Quando recebo mensagens deste tipo, costumo ler com a devida atenção, mas não sigo as orientações de que devo obrigatoriamente passar adiante. Não costumo passar adiante porque não quero obrigar os outros a fazer o mesmo, por medo e obrigação.

Pessoas amigas, conhecidas e até mesmo pessoas desconhecidas, que tem meu e-mail, me enviam mensagens com esses dizeres, como descrevi acima, “Envie para 20 pessoas e vai receber um milagre amanhã. Jesus disse: ‘se me negas entre os homens, te negarei diante do pai’” ou nestes termos: “se não enviar para 20 pessoas, vai lhe acontecer uma desgraça”. E, diante disso, me pergunto sobre a motivação para alguém ficar colocando Jesus contra as pessoas e as pessoas contra Ele. Sempre me pergunto assim: Por que fazem isso comigo e com Jesus?

Será que a única forma de não negar Jesus é ficar enviando mensagens assim? Será mesmo que se eu não enviar a mensagem, estarei negando Jesus diante da humanidade e assim Ele me negará diante do Pai? Penso que, ao enviar uma mensagem dessas, a pessoa está negando Jesus, está apresentando um Jesus que não é o verdadeiro Filho de Deus, o Cristo que é bom, justo e misericordioso. Será que a condição para o milagre de Deus em nossa vida é, simplesmente, enviar essas mensagens? Será que Deus seria tão mesquinho? Não creio neste deus. Acredito, sim, no Deus de Jesus de Nazaré que anunciou o Reino de amor, justiça e paz. Creio no Deus misericordioso, que não quer nossa condenação, mas o perdão e a vida em plenitude. Creio no Deus que todos os dias se revela num milagre gratuito, incondicional e amoroso, que é a vida.

Peço desculpas às pessoas que enviam essas belas mensagens de reflexão. E até entendo que meus amigos/as não têm má intenção, mas simplesmente repassam mensagens prontas. Com certeza querem me proporcionar um momento de reflexão e oração. Fico muito grato por isso. Só não concordo com parte do conteúdo dessas mensagens, suas imposições de que tem que passar adiante, como se Deus fosse um impositivo. “Deus é amor” (1Jo 4,8) e “quem ama conhece a Deus” (1Jo 4,7). O amor de Deus se tornou visível na presença de Jesus, que veio para dar a vida (cf. 1 Jo 4,9). “Deus é amor: quem permanece no amor permanece em Deus, e Deus permanece nele” (1 Jo 4,16).

2 comentários:

Bessa de Carvalho disse...

Padre, concordo plenamente com o senhor. Mais parece uma intimidação do que uma mensagem fraterna ou de apoio moral. Talvez o que devemos melhorar é em responder para essas pessoas, explicando a nossa opinião.
Gostaria que conhecesse o meu blog:
www.folhadepapiro.blogspot.com
Falo no mesmo sobre educação e sociedade. Fique à vontade.
Abraços!

Luísa N. disse...

Aos amigos seguidores e/ou seguidos, desejamos um Feliz Natal e Um 2010 de muitas alegrias, saúde e Paz!
Com carinho,
Luísa.

Seguidores

Na sua opinião, Ecologia é:

Loading...

Dicas de blogs

Papel de Parede

Lago Sereno Rosa São Miguel das Missões - RS Tranqüilidade