quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Um menino de rua refletindo sobre o Natal


Tem gente que pensa que criança não é capaz de refletir sobre as coisas, ainda mais sendo um menino de rua assim como eu, por exemplo. Mas eu sei pensar, refletir, imaginar. E como sei. Um menino de rua reflete muito. Reflete sobre o que não tem, sobre o que lhe é negado, o pão, a casa, a família, a escola... Nós que vivemos na rua também sabemos pensar. Mas o problema é que não nos dão ouvidos. Acho até que não querem nos ouvir, porque se dessem atenção às nossas reflexões, eles iriam ter que nos respeitar e preservar nossos direitos. Se os grandes dessem ouvidos às nossas imaginações, o nosso mundo e o mundo deles seriam diferentes. Se eles parassem um pouco para escutar o que a gente pensa sobre o Natal, por exemplo, com certeza nós também teríamos um Natal e eles poderiam celebrar um Natal verdadeiro.
E, por falar em Natal, me parece que está chegando, já chegou. Vejo tudo muito parecido como no ano passado. Nesta época a calçada, que é a minha casa, está movimentada, cheia de gente que entram e saem das lojas. Saem com muitas sacolas e compram tantas coisas que não sobra uns trocadinhos quando peço. Não sei que Natal é esse que eles vão celebrar porque passam por mim e nem me olham e quando me esbarram, me xingam, dizem que estou atrapalhando. Pelo que ouço, o Natal deles tem dois importantes personagens. Um é o Papai Noel e o outro é o Menino Jesus. Até achei graça que este Menino Jesus é chamado de Menino Deus. Outro dia na porta da Igreja ouvi dizerem que ele vem para governar a Terra. Gostei muito desta ideia, porque se um menino governar o mundo, certamente ele vai nos dar a chance que os grandes nos negaram até hoje. O mundo que sempre foi governado por gente grande, está virado em crise. Tem crise ambiental, crise alimentar, crise de energia, crise econômica. E só se fala em crise. Acho que os meninos vão ter que assumir o controle da situação.
Mas, falando do Natal, o Papai Noel é um sujeito muito estranho, ele dá presente apenas para algumas crianças. Eu nunca ganhei nenhum presentinho dele. Ele passa por mim e eu passo por ele, mas nunca me deu nada. Apenas ganhei algumas balas que jogou pela calçada. E isso me faz refletir muito. Fico pensando sobre isso e não consigo entender. Claro que ele não precisava me dar aquela bicicleta, o skeite, o jet-ski, o carro, o lep top e tantas coisas que deu para os meninos aqui deste prédio na frente. Até aquela bola não precisava ser igual, poderia ser uma mais simples. O Papai Noel nem precisava vir até aqui com muitos presentes. Ele poderia distribuir tudo para as outras crianças e depois vir aqui e me levar pra casa e chamar de volta meu pai e minha mãe, meus irmãozinhos e juntos poderíamos fazer uma ceia de Natal. Claro que o Papai Noel ia ter que nos dar alguns alimentos para ceia, porque lá em casa não tem nada. E sei que isso custaria bem menos que qualquer um daqueles presentes que os outros meninos ganharam. Mas o Papai Noel nunca me dá é nada. Por que será?
Sei que o Menino Jesus também traz presentes de Natal. Dizem que ele traz muito amor e muita paz, felicidade, justiça, fraternidade e outras tantas coisas boas pra gente viver bem. E dizem que o Menino Jesus cuida das crianças. Ele até declarou que a sua mãe é a mãe de todos nós. Acho que é verdade porque todas as noites ela vem me ver antes de dormir. O problema é que todas as coisas boas que o Menino Jesus traz pra gente, os grandes desviam tudo e nunca chega nada até os meninos de rua. O dia que eu encontrar o Menino Jesus, eu vou contar tudo pra Ele e acho que Ele vai pegar um chicote e fazer com essa gente grande que rouba dos pequeninos o mesmo que fez com os vendilhões do Templo, como a Bíblia nos conta.
Por tudo o que ouço falar sobre este Menino, tenho vontade de conhecê-lo. Lá na praça da matriz tem um presépio e eu pude ver meio de longe que ele está deitadinho entre sua mãe e seu pai, ao seu redor tem animais, trabalhadores e até alguns reis que vem lhe prestar homenagem. Dizem que Ele está crescendo em estatura, sabedoria e graça diante de Deus. Ele será grande e será coroado rei e vai governar a toda Terá. Quando chegar o Reino desse Menino, tudo vai ser diferente, porque Ele é pequeno e pobre como nós. Certamente vai olhar para nós que somos pequenos e pobres.
Mas, por enquanto, que Natal é esse? O Papai Noel só dá presentes para alguns meninos. E o Menino Jesus traz pata todos os melhores presentes para passar o Ano Novo, mas os grandes me roubam tudo. Não me deixam ficar com o amor, com a felicidade, a paz, a fraternidade, a justiça, a igualdade, a alegria... que o Deus Menino traz para toda a Humanidade. Eles me roubam tudo e jogam fora, porque eles também não têm nada disso. O que eles têm de paz, amor, justiça... é pura imitação. Mas, o Menino Jesus me deu uns presentinhos sem ninguém saber. Ele deu fé e esperança pra mim e meus amiguinhos. E nos disse para não ter medo dos grandes, disse que nós temos que lutar muito para mudar o mundo. E que Ele sempre vai nos defender quando denunciarmos as coisas erradas que existem na face da Terra. E disse também que seu Pai que está no céu escondeu todas essas coisas aos grandes e poderosos, aos sábios e inteligentes, e as revelou aos humildes e pequeninos.
Para quem leu a mensagem do menino de rua, uma prece ao Menino Jesus:
Feliz Natal! E todas as bênçãos do Deus Menino para o Ano Novo!

Pilato Pereira

-->

Um comentário:

Rivaldo R.Ribeiro disse...

Que belo texto Frei, eu penso da mesma forma, aliás, nesses tempos eu fico um pouco triste. Natal? Que Natal é esse que brilha só para os ricos?
As ruas e lojas estão enfeitadas com tudo que eles imaginam para “laçar” os consumidores.
As pessoas desfilam felizes dentro de seus carros de luxo, crianças ricas se entusiasmam com o papai Noel, que por causa de seus caprichos muitas vezes não consegue atende-las.

Não quero de forma nenhuma colocar pobres contra ricos, eu queria só um pouquinho de justiça social, que nesse tempo mais se acentua, porque dói no coração essas disparidades.

Não estou criticando o governo brasileiro, por que isso acontece pelo mundo afora. Somos um pequeno planeta separado por um imenso abismo.

Frei o seu blog está nos links do meu blog http://aldeia.mundus.zip.net

Muita Paz e muito Bem!

Rivaldo

Seguidores

Na sua opinião, Ecologia é:

Loading...

Dicas de blogs

Papel de Parede

Lago Sereno Rosa São Miguel das Missões - RS Tranqüilidade