terça-feira, 10 de setembro de 2013

Igrejas unidas em defesa dos catadores de Viamão

Depois de serem impedidos, pela Prefeitura de Viamão, a exercerem seu trabalho de reciclagem no próprio galpão, que conquistaram no orçamento do estado, catadores da Associação Nossa Senhora Aparecida, buscam apoio das igrejas, entidades, lideranças que os apoiaram desde o início da caminhada. Atualmente os trabalhadores tem a seu favor uma liminar na Justiça, mas correm o risco de a Prefeitura impossibilitar a atividade de reciclagem. O grupo está organizado há bastante tempo e possui o galpão através de uma parceria que o movimento Pró-Vida, constituído de diversas igrejas, fez com o governo do Estado e o município de Viamão, tem o papel de encaminhar os resíduos sólidos até o galpão para serem triados pelos trabalhadores. Mas o poder público municipal quer impedir a atividade no local, alegando problemas de licenciamento ambiental. Já os trabalhadores denunciam que foram até a Prefeitura protocolar pedido de autorização para continuar exercendo o trabalho e não foram atendidos, quando durante a noite o galpão foi lacrado e teve cadeados trocados. Na opinião dos catadores, trata-se de uma questão de interesse político de gestores públicos que visam tirá-los do local e se apropriar as instalações. 
Na de sábado, 7 de setembro, um grande grupo de apoiadores se reuniu na Paróquia da graça Divina para encontrar um meio de salvaguardar aos trabalhadores o direito de continuar a atividade em seu galpão de reciclagem. Estiverem presentes as igrejas IECLB (Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil), IELB (Igreja Evangélica Luterana do Brasil), IEAB (Igreja Episcopal Anglicana do Brasil), Pastoral da Ecologia da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil). Também compareceram na reunião representantes da Câmara de Vereadores, da Associação Caminho das Águas - Ecoprofetas e outras lideranças locais que apoiam a causa dos catadores. O grupo voltará a se reunir durante esta semana para continuar os esforços pelo direito da Associação Nossa Senhora Aparecida continuar seu trabalho que garante renda para as famílias e preservação ambiental.
Para o bispo anglicano, dom Humberto, a participação da IEAB nesta reunião ecumênica representa uma ação concreta da campanha Tempo para a Criação. Humberto lembra que a igreja vem apoiando este trabalho desde o início, na década de 90. 

Um comentário:

Anônimo disse...

Muito boa iniciativa. Essas pessoas precisam de ajuda. Em Cristo elas encontrarão a salvação! Elas ainda terão a oportunidade de sentar-se em mesas e cadeiras plasticas
como podemos ver o exemplo da foto.

Seguidores

Na sua opinião, Ecologia é:

Loading...

Dicas de blogs

Papel de Parede

Lago Sereno Rosa São Miguel das Missões - RS Tranqüilidade